Onde está sua vaquinha? (Quando o medo nos prende presos ao que nos impede de crescer...)



Um mestre da sabedoria passeava por uma floresta com seu fiel discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita. Chegando ao sítio, constatou a pobreza do lugar. Os moradores eram um casal e três filhos, vestidos com roupas rasgadas e sujas. O mestre então, aproximou-se do senhor, aparentemente o pai daquela família, e perguntou: - Neste lugar não há sinais de pontos de comércio e de trabalho. Como o senhor e sua família sobrevivem aqui? E o senhor respondeu: - Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros gêneros de alimentos, a outra parte nós produzimos queijo e coalhada para nosso consumo, e assim vamos sobrevivendo... O sábio agradeceu, contemplou o lugar por uns momentos, despediu-se e foi embora. No meio do caminho ordenou ao seu discípulo:

- Pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali na frente e empurre-a. Jogue-a lá embaixo!

O jovem arregalou os olhos, espantado, e questionou o mestre sobre o fato da vaquinha ser o único meio de sobrevivência da família. Mas, como percebeu o silêncio absoluto do mestre, foi cumprir a ordem e viu a vaquinha morrer.


Assista a mensagem em vídeo:


O tempo passou e o remorso era grande... Um dia ele resolveu largar tudo o que tinha aprendido e voltar naquele mesmo lugar e contar tudo àquela família. Pedir perdão e ajudá-los. Assim o fez, e quando se aproximava do local, avistou um sítio muito bonito, com árvores floridas, todo murado, e algumas crianças brincando no jardim. Ficou triste e desesperado, imaginando que aquela humilde família tivera que vender o sítio para sobreviver.

Foi recebido por um caseiro, e então, perguntou sobre a família que ali morava

há uns 4 anos e o caseiro respondeu:

- Continuam morando aqui.

Espantado, ele entrou na casa e viu que era a mesma família que visitara antes com o mestre. Elogiou o local e perguntou ao dono da vaquinha:

- Como o senhor melhorou esse sítio e está tão bem de vida?

E o senhor respondeu:

- Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Daí em diante tivemos que fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que tínhamos. Assim alcançamos o sucesso que seus olhos vislumbram agora!


Pense nisso...

Onde está a sua vaquinha?

O que na tua vida tem impedido o teu sucesso, a tua felicidade, a tua comunhão total com Deus?


Muitas vezes o medo de errar, o medo de avançar e de perder nos faz ficar agarrados a coisas que na verdade nos impede de crescer... Às vezes o apego e o medo nos torna escravos...

E desta forma aniquilamos os dons que Deus amorosamente nos deu...

Em Mt 25:14-29 Jesus nos conta a história de um homem, que antes de partir numa longa viajem, distribui seus bens entre seus servos, dando a cada um segundo a sua capacidade. Um recebeu cinco talentos, outro dois, e outro apenas um. Logo que ele partiu, os dois servos que receberam mais talentos investiram e conseguiram multiplicar a fortuna do patrão. Mas o que recebera apenas um talento, com medo de perdê-lo, resolveu enterrá-lo...

Na parábola, o senhor volta para pedir contas de sua fortuna. Os que multiplicaram os talentos que lhe foram confiados, receberam grande recompensa. Mas aquele que enterrou o talento e apenas o devolveu, foi considerado um servo negligente e perdeu o pouco que tinha...

O medo e a acomodação fizeram com que aquele servo esconde-se o que tinha de mais precioso... O medo e a acomodação lhe arrastaram para o fracasso...

Muitas vezes isso acontece conosco...

Sem fé, sem coragem, medrosos e acomodados nos agarramos a coisas e situações que não nos levam a lugar nenhum... E assim, deixamos de desenvolver nossos dons, enterramos nossos talentos, vemos as oportunidades passarem e morremos para a vida...

Muitos se apegam a um emprego que não os deixa feliz, mas por medo, agarram-se a ele e enterram seus talentos e sonhos...

Outros se apegam a posição social, se sentem vazios e infelizes, mas por medo, agarram-se às aparências e enterram sua vontade e sua própria personalidade...

Há aqueles que se apegam ao pecado e por mais machucados que se sintam, não conseguem soltar-se. Enterram tudo o que Deus lhe dá de melhor e sem força e sem coragem deixam a vida passar...

Há aqueles também que se apegam a sentimentos... Se apegam ao ódio, à mágoa, ao rancor e sem coragem de perdoar, enterram o maior dom que é o amor, e vivem amargurados e secos...

São tantos os apegos...

São tantas as vaquinhas...

Neste momento eu te pergunto onde está sua vaquinha? Você tem enterrado seus talentos?

Existe algo em tua vida que te impede de crescer? O que tem impedido o teu sucesso, a tua felicidade, a tua comunhão total com Deus?

Se por acaso você vive alguma situação que te aprisione, se por acaso você têm enterrado seus talentos, peça a Deus sabedoria para agir, busque Sua Palavra, renove suas forças na oração e haja com coragem.

Porque Deus te fez para a liberdade. Deus te fez para crescer e multiplicar.

Lembre-se sempre de Colossenses 3, 16-17 que diz: “A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao SENHOR com graça em vosso coração. E, quando fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.


Pense nisso...

Peça a Deus orientação para agir, busque Sua Palavra, renove suas forças na oração e adoração e haja, então, com coragem. Porque se buscarmos sua vontade,Deus sempre está conosco pronto nos orientar, abençoar e nos dar a vitória!


Busque a orientação do Senhor, tenha coragem, multiplique seus talentos e seja feliz!