Batatas



O professor pediu para que seus alunos levassem batatas e uma sacola para a sala de aula. Durante a aula ele pediu para que separassem uma batata para cada pessoa de quem sentiam mágoas e escrevessem os nomes dessas pessoas nas batatas e as colocassem dentro da sacola. Quase todas as bolsas ficaram muito pesadas.

Para cumprir a tarefa, durante uma semana os alunos levaram suas sacolas para todos os lugares onde iam. O incômodo era grande, a sacola pesada com o tempo passou também a cheirar mal, contaminando os ambientes por onde iam.

A lição das batatas nunca mais foi esquecida. Não houve nota mas um grande aprendizado.

O incômodo de carregar a sacola mostrou-lhes o peso que a mágoa ocasiona. Além disso, para não esquecê-la em nenhum lugar, eles deixavam de prestar atenção em outras coisas que eram importantes para eles…

Todos aprenderam na prática o que os sentimentos de ódio, mágoa e ressentimento provocam. São como batatas podres que pesam e deixam um intenso mal cheiro. Além de nos impedir de aproveitar as melhores coisas da vida, incomoda quem está do nosso lado, podendo até mesmo, afastar de nossas vidas quem mais amamos.


Ouça a mensagem:


Pense nisso....


Quando damos importância exagerada aos problemas não resolvidos, às promessas não cumpridas, à raiva por uma palavra mal colocada, ao ressentimento, à mágoa, nós permitimos que nossa alegria seja roubada.

E vivemos assim, diariamente, carregando batatas podres, pesadas, mal cheirosas...

O pior é que muitas vezes nos acostumamos ao peso e ao mau cheiro, pensando que na vida isso é normal...

Nos transformamos em escravos de nossos próprios sentimentos...


(Pv 15:13 diz: o coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração, o espírito se abate.

Quando permitimos que as dores tomem conta de nossos corações, nosso espírito se abate. Nos transformamos em soldados fracos, desanimados, fáceis de sermos abatidos...

O mal cheiro dos maus sentimentos transforma o ambiente, transtorna a nossa vida e a vida daqueles que convivem conosco...

Não o perdão não é um favor que prestamos ao outro, mas é um ato de libertação...

Quando perdoamos, nos libertamos, liberamos a nossa vida para novas experiências, nos qualificamos para receber o melhor de deus...

Em Pv 15:15, a palavra nos diz - todos os dias do oprimido são maus, mas o coração alegre é um banquete contínuo.

Um coração alegre e liberto do rancor é um banquete de alegria, entusiasmo, amor...

Um coração alegre alegra o coração de deus...

Um coração alegre é sinal de agradecimento e fé...


Pare nesse momento e analise sua vida....

Você tem carregado alguma batata podre?

O mal cheiro do rancor, do pessimismo e da ira tem tomado conta de sua vida?

Como está o seu dia a dia em casa, no trabalho...

Existe alguma batata podre te atrapalhando?


Lembre-se de mc 11:25 - e, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém. Para que vosso pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.

Perdoai para que a graça e as misericórdias de Deus sejam derramadas abundantemente em sua vida...

Perdoai para que o amor de Deus, que tudo transforma, possa trazer a libertação e a paz que você tanto almeja...

Perdoai porque é perdoando que seremos perdoados, que seremos libertos e liberados totalmente para a vida de vitórias que o senhor tem para nós...

Pense nisso, perdoe e seja feliz!!!